sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Tony Melendez

video


Tony Melendez nasceu sem os braços devido à ingestão do medicamento talidomida pela sua mãe quando gestante.
Ele é um vencedor, um verdadeiro exemplo para todas as pessoas que vivem reclamando das dificuldades da vida.

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Copa do Mundo 2014

A Copa do Mundo voltará a ser realizada na América do Sul após 36 anos. As reformas e construções devem começar imediatamente. O prazo final para a entrega de todos os estádios em plenas condições de uso é dia 31 de dezembro de 2012. Em 2013, o país deverá receber a Copa das Confederações, que serve como uma espécie de ensaio geral para o Mundial.
Bilhões de dólares serão investidos para atender as exigências estabelecidas pela Fifa, e um dos requisitos é a Acessibilidade; Estádios, Terminais Aeroportuários, Portuários, Rodoviários e Ferroviários e os Pólos de Hospitalidade devem ser acessíveis a todas as pessoas, inclusive as Pessoas com Deficiência ou com Mobilidade Reduzida.
As 12 sedes do Mundial já foram confirmadas: Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Manaus (AM), Natal (RN), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA) e São Paulo (SP). Diversas outras cidades receberão milhares de turistas motivados pela realização das Funfests que são eventos promovidos pela FIFA transmitindo os jogos da Copa durante o dia e eventos culturais, como shows, no período noturno.
Mas existe um atraso no cronograma da implantação dos projetos para a Copa 2014 e algumas sedes poderão ser eliminadas pelos Executivos da Fifa e do COL (Comitê Organizador Local) caso fique evidente que todos os requisitos não serão cumpridos. Sabemos que a acessibilidade ainda é precária em diversas cidades e o Estado e a Sociedade Civil Organizada tem agora, uma grande oportunidade de analisar e implementar as devidas adequações de acessibilidade, pois além de promover a hospitalidade aos torcedores, poderemos deixar um legado de melhorias a 53 milhões de brasileiros, Pessoas com Deficiência ou com Mobilidade Reduzida (24,5 PcD+ 28,5PMR).

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Plataforma Elevatória Inclinada

A Plataforma Elevatória Inclinada é um tipo de mini-elevador bastante versátil, porque permite instalação em locais onde não é possível a instalação de uma Plataforma Elevatória Vertical ou Elevador de Passageiros, pois não precisa de um espaço reservado apenas para o equipamento. O movimento de elevação acontece paralelo à escada e quando não utilizado pode ser recolhido em uma posição vertical e ocupa pouquíssimo espaço. Outra vantagem deste equipamento é que praticamente não precisa de modificações na infra-estrutura local e tem maior aceitação pelo IPHAN em locais tombados pelo patrimônio histórico.
As Plataformas Elevatórias Inclinadas podem ser utilizadas por cadeirantes, muletantes ou por Pessoas com Mobilidade Reduzida como os idosos e gestantes que utilizam o equipamento sentados em uma mini-cadeira escamoteável.
Por outro lado, a sua instalação é mais complexa, e por enquanto não existem empresas nacionais que fabricam a plataforma inclinada atendendo a norma ISO9386-2, que é a norma internacional para este tipo de equipamento, e as soluções importadas do Canadá, EUA, Áustria, Espanha e Itália chegam ao Brasil a preços proibitivos.
No ano de 2008, a FINEP selecionou 206 projetos para o repasse de uma verba de subvenção visando o desenvolvimento de tecnologias nacionais, e dentre os projetos aprovados está o Projeto para desenvolvimeto da Plataforma Elevatória Inclinada à empresa Daiken. Acredita-se que de em 2011 teremos as primeiras plataformas inclinadas do Brasil sendo produzidas em conformidade com as normas internacionais e com preços mais acessíveis que as soluções importadas.